segunda-feira, março 7

Era uma vez um sonho...



Era uma vez um sonho...
Há seis anos iniciei meu sonho de contar histórias. Foram nove meses de treinamento e encontros quinzenais onde a cortina para o mundo encantado começava a se abrir. Encantamento. Leveza. Alegria. Chegou o dia de ir ao hospital. Missão era preparar a bolsa. Cada livro escolhido, uma história estudada para sempre fazer o meu melhor. A cada criança, a cada história, um pouco de mim ficava e um pouco delas também eu ganhava. Uma troca constante. Dia da formatura. Dia feliz! Dia de festa para comemorar. Ali, nascia uma contadora de história!
Senti necessidade de me aprimorar. Estudei. Fiz cursos. Saraus. (Re)Encontrei grandes incentivadores para minha arte. Grande amigos! A cada visita, o AMOR me tomava. Amor pela Vida. Amor pelas Crianças. Amor pelo que as histórias criavam!
Foi também por AMOR que eu parei. Nascia meu pequeno. Minha fortaleza. Tive que desacelerar. Acalentava em meu coração a oportunidade de voltar....Tudo mudou!! E as mudanças nos trazem desafios. Muitas pedras no caminho. Caminho que ficou duro demais para mim...
Ciclo fechado!
Agradeço ao Pai Celeste por tanta alegria que compartilhei nestes anos de voluntária.
Agradeço ao Pai cada risada que consegui das crianças. Elas, sim, são vitoriosas!
Agradeço ao Viva pelos ensinamentos, amigos, e pelas histórias que vivi.
Agradeço aos amigos voluntários que também amam este trabalho de acolher através das histórias.
"Nenhuma história existe isoladamente. As histórias, às vezes, se justapõem como azulejos numa parede. Às vezes se superpõem uma às outras como pedras no leito de um rio"
Gratidão a vocês que fizeram parte desta parte de minha história!
Que venham nossas histórias!!

‪#‎366GotinhasdeGratidao‬

quinta-feira, fevereiro 4

Benefícios de uma prática...

Lembra do convite que te fiz sobre as #366GotinhasdeGratidão? A Aline Caldas, do Semear-te,  fez um balanço de como está sendo este exercício. 

Olha só o que ela escreveu:

"Dias atrás completou 1 mês que, juntamente com minha amiga Elaine do blog Caminhando e Contando, assumi um compromisso: exercitar a gratidão.

Tem sido uma prática tããããããão prazerosa...Como funciona?! Durante os 366 dias deste ano de 2016, devo postar algo pelo qual me sinto grata. No dia primeiro de janeiro, iniciei o registro em um álbum no Facebook. Observo que ao separar tempo para apreciar as coisas boas, vou expandindo a percepção, o modo de ver e sentir o dia. Ele já não acontece no automático, sinto-me mais presente no presente. E quer saber? Funciona de verdade o que li sobre "quanto mais a gente agradece, mais coisas boas acontecem."  

socióloga da Universidade da Califórnia, nos Estados Unidos, Dra. Christine Carter disse duas coisas que achei interessante:   
1 - “Cientistas sociais pioneiras afirmam que 40% da nossa felicidade é intencional, e vem de atividades escolhidas ao longo do dia. Gratidão não é uma característica fixa, é uma habilidade que pode ser cultivada”. 
2- “Pesquisadores descobriram que pessoas que praticam a gratidão se sentem mais felizes. Elas são mais alegres, interessadas e determinadas, além de terem tendência maior a serem gentis e prestativas”. 

E então? Que tal deixar as queixas de lado e experimentar colocar a gratidão em ação? Achou 366 dias muito? Comprometa-se em tentar por uma semana, se for gostando (e sei que irá), vá expandindo a meta, duplique...e logo mais o ano terá passado, e você se sentirá uma pessoa mais entusiasmada e atenta, conectada as pessoas, a vida, essencialmente a você mesmo.




Muita paz,
Aline"

Agora me fala, topa praticar este exercício e se permitir algumas gotinhas de gratidão? 

Até a próxima!
Elaine Cunha

domingo, janeiro 10

Primeira... de muitas!

Sábado. Tic Tac.
Atenção ao Check List!
Avental: Ok
Livros: Ok
Crachá de identificação: Ok 
Sacola: Ok
Coração: Acelerado e feliz!

Desci do carro. E andei. Andei ao encontro do (novo) mundo das histórias. Enquanto andava, tentava serenar a mente. Mas meus olhos não paravam de encontrar as pequenas/grandes mudanças que o hospital tinha desde a minha última atuação. Meu olhar corria feito uma criança. Lá estava eu buscando algo familiar no meio de tantas pessoas novas. Achei! Arlete, nossa "chefa" no Hospital. Porto Seguro. Acolhimento. Amizade. Fortaleça. Força. Incentivo. Alegria. Diversão. 

- "Pronta?"
- "Sim, estou. 
- Vamos?!"
- Vamos!" 
Ontem foi um momento diferente. Você sorrirá comigo. Sabe aquele encontro com uma amiga que você não a via há bastante tempo? Mais ou menos assim: Você a conhece mas, pela falta de convivência nos últimos anos, tudo é novidade! E aí, naquela primeira conversa,  neste (re)conhecer, você percebe que muita coisa mudou, como também não. Ficou confuso? Eu também! Melhor caminho é deixar fluir! E-xa-ta-men-te assim que eu fiz.  Deixei fluir!

Andar pelos corredores me fez recordar a minha primeira ida ao Darcy. - quando eu estava a procura de "um novo lugar para chamar de lar". 

Tão bom voltar para "casa"! E ela esta diferente. Passou por uma reforma - linda por sinal. Estantes novas, sofá novo, livros novos, objetos decorativos novos... Aquele jardim de sensações é maravilhoso! Tudo novinho em folha! Inclusive para meus olhos.

Passar pelos corredores e entrar nos quartos é fenomenal. Bom demais quando a criança aceita tua presença e quer te ouvir. Melhor quando um adolescente conversa contigo e ainda ouve história! Ainda melhor quando as mães participam!

Saldo do dia: Entrei "desengonçada", "cheia de dedos". Sai confiante. Esperando a próxima visita!

No meio de tantos agradecimentos, a minha a "Gotinha de Gratidão" foi dedicada a Arlete. Grata pela generosidade. Você sabe quando ir na frente - levando e guiando - mas também sabe quando voltar e deixar o outro ir. Você é uma Líder de verdade. Nunca se esqueça disto!


Contar histórias em hospital é como andar de bicicleta. 
Nunca se esquece! 

Até a próxima!
Elaine Cunha

domingo, janeiro 3

366 Gotinhas de Gratidão!

Gratidão é uma palavra que parece que hoje tá na moda. Você consegue vê-la escrita em quase todas as mídias. É ou não é?

Mas o que é Gratidão para você? 
Você consegue ser grato pelo o que?

Todas as vezes que me pego pensando em gratidão, eu me recordo de uma doce lição da época de escola. Minha infância e juventude foram em instituições religiosas. De colégio de Freiras a universidade de Padres. Cresci com os ensinamentos católicos. E lógico que esta lição "do que você é grato" chegaria, não é?

Certa vez, lembro que a professora de Religião (ainda existe isto nos dias de hoje?!) faltou e uma das freiras foi substituí-la. Era uma Sexta-feira, primeira aula, estávamos todos sentados em círculo e um a um ela perguntou:

- Você tem algo a agradecer hoje? 

Confesso que gelei. Lá pelos meus 10, 11 anos sabia lá o que poderia falar naquele momento? Nem eu, nem os meus colegas de sala. Silêncio total! Aquele silêncio assustador. 

Serenamente, ela falou: 
- Quem aqui dormiu em uma cama quentinha e confortável em casa?
Rindo, todos levantaram a mão.
- Quem acordou e tinha um café da manhã prontinho esperando você? 
As mãos continuaram levantadas. E risos também.
- Quem trouxe um lanchinho pronto de casa? 
Algumas mãos levantaram
- E para aqueles não trouxeram lanche, receberam algum dinheiro para comprar o lanche na lanchonete da escola? 
Mãos levantaram e sorrisos começaram a parar
- Quem precisou vir a escola de ônibus? 
- Quem chegou de carro?
- Chegaram a tempo?
- Quem acordou bem de saúde?
- Quem olhou para o Céu e viu a beleza do dia?
- Quem encontrou um amigo que há tempo não encontrava?
...

Sabe, nem me lembro quantas perguntas ela fez. Nem me lembro quando eu parei de levantar a mão simplesmente porque nunca tinha pensado no quanto somos abençoados todos os dias!!!

Que tal você se desafiar a agradecer algo de bom em sua dia? Quando paramos para pensar nas coisas boas ao nosso redor, mais gratos seremos. E com isso, mais felizes! Sim, felicidade se vive. E se aprende a ser feliz! A Felicidade nada mais é do que conjunto de pequenas coisas boas. E como não ser grato? É um exercício do olhar. 

Conversando com algumas amigas, pensamos nas "366 Gotinhas de Gratidão" que recebemos todos os dias. Assim, vai lá. Ainda dá tempo! Ano apenas começou! 

Você não sabe como fazer? Se permita ver o mundo como uma criança que está descobrindo o mundo. Ela se encantará por tudo. Te encantou, você agradece! Fica mais fácil você pensar assim?  

Faz uma retrospectiva dos dias que já se passaram. E começa com uma gotinha de gratidão por dia. Vale só pensar na sua gotinha. Contudo, o mais legal é fazer um álbum - no Instagram, Facebook ou mesmo em um arquivo no seu computador pessoal - e postar tudo lá. Sabe por quê? Quando você achar que não tem nada a agradecer naquele dia, volta no álbum e verá que tem sim. Problemas? Todos teremos. Tudo depende de como você lidará com os mesmos! 

A cada "Gotinha de Gratidão" compartilhada, você terá ainda mais motivos a agradecer. Muda a energia em você. Você sentirá a diferença!

Se desejar, compartilha comigo, tá? 
Estou no Facebook também: 
#366GotinhasdeGratidao  #1/366

Até a próxima!
Elaine Cunha

Recomeçar!














"RECOMEÇAR"

Não importa onde você parou,
em que momento da vida você cansou,
o que importa é que sempre é possível
e necessário "Recomeçar".


Recomeçar é dar uma nova
chance a si mesmo.
É renovar as esperanças na vida
e o mais importante:
acreditar em você de novo.

Sofreu muito nesse período?
Foi aprendizado.

Chorou muito?
Foi limpeza da alma.

Ficou com raiva das pessoas?
Foi para perdoá-las um dia.

Sentiu-se só por diversas vezes?
É por que fechaste a porta até para os outros.

Acreditou que tudo estava perdido?
Era o início da tua melhora.

Pois é!
Agora é hora de iniciar,
de pensar na luz,
de encontrar prazer nas coisas simples de novo.

Que tal um novo emprego?
Uma nova profissão?
Um corte de cabelo arrojado, diferente?
Um novo curso,
ou aquele velho desejo de aprender a pintar,
desenhar,
dominar o computador,
ou qualquer outra coisa?

Olha quanto desafio.
Quanta coisa nova nesse mundão
de meu Deus te esperando.

Tá se sentindo sozinho?
Besteira!
Tem tanta gente que você afastou
com o seu "período de isolamento",
tem tanta gente esperando apenas um
sorriso teu para "chegar" perto de você.

Quando nos trancamos na tristeza nem
nós mesmos nos suportamos.
Ficamos horríveis.
O mau humor vai comendo nosso fígado,
até a boca ficar amarga.

Recomeçar!
Hoje é um bom dia para começar
novos desafios.

Onde você quer chegar?
Ir alto.
Sonhe alto,
queira o melhor do melhor,
queira coisas boas para a vida.
pensamentos assim trazem para nós
aquilo que desejamos.

Se pensarmos pequeno,
coisas pequenas teremos.

Já se desejarmos fortemente o melhor
e principalmente lutarmos pelo melhor,
o melhor vai se instalar na nossa vida.

E é hoje o dia da Faxina Mental.

Joga fora tudo que te prende ao passado,
ao mundinho de coisas tristes,
fotos,
peças de roupa,
papel de bala,
ingressos de cinema,
bilhetes de viagens,
e toda aquela tranqueira que guardamos
quando nos julgamos apaixonados.
Jogue tudo fora.
Mas, principalmente,
esvazie seu coração.
Fique pronto para a vida.

Lembre-se somos apaixonáveis,
somos sempre capazes de amar
muitas e muitas vezes.
Afinal de contas,
nós somos o "Amor".


(Mensagem lida pelo Pe Fábio em seu programa "Direção Espiritual" em um dia iluminado)

Paz, Luz e um excelente Recomeço a todos nós!
Elaine Cunha