terça-feira, agosto 4

Qual o papel de quem ler para as crianças?

Hoje mais cedo fiz uma enquete nos stories sobre o papel do mediador de leitura. E 75% das pessoas responderam que não sabem qual seria. Assim, trouxe uma gotinha de informação. Um video curtinho sobre este assunto que abordei na live com a Stela. Só clicar no video e ligar o som.



Fica o convite de você conhecer mais sobre a Leitura e conhecer nosso bate-papo. Se quiser saber mais, pode me escrever, tá? Adoro papear!

Beijos,
Elaine Cunha
Contadora de Histórias

quinta-feira, julho 30

"Quem é você?"


Responda a pergunta: "Quem é você?" Mas sem dizer o que estudou e que você faz.

Uau. Que exercício de autoconhecimento não é?

Eu acredito que minha resposta para esta pergunta nunca estará completa. Porque eu sei que estou em constante mudança. Mas bora lá.

Elaine Cunha, filha de Eliane e Enio. Esposa do Ivan e mãe do Pedro e dos anjos Miguel e Sophia.

Ok. Simples. Mas tão sem graça, né? Mais uma vez.

Mulher com alma de criança. Que se encanta com toda a beleza ao seu redor.

Sinto presença e o amparo do Criador em tudo no mundo. Nas árvores, no cantos dos passaros, nas águas do mar, no astro-rei, estrelas no céu, a lua, o por do sol...

Sou aquela do riso solto, que acolhe, que abraça, que conversa pelos cotovelos, que ama andar de mãos dadas, sensível que chora com comercial de tv e filmes, adora audios e gosta de presença. Presença real, tá?

Tenho Luz. E tenho Sombra. E também uma enorme vontade de fazer diferença. Busco ser esta diferença já que ocorre primeiro em mim, viu? Sou uma buscadora constante!

Acredito no poder nos encontros. Tudo vem para exercitar o amor. E tudo vem para ensinar. Basta eu me abrir e me permitir!

Sigo meu caminho acreditando no Criador. E sempre desejando o melhor: para mim, para você e para o Universo inteiro.

Sabe, é muito mais fácil se definir pelo que vc faz ou estudou... Mas o que te define mesmo é como você enxerga e se coloca no mundo, o que você faz com amor e por amor. Porque esta é o único legado que podemos deixar no mundo. Deixo minhas histórias com minha essência. E isto, para mim, é o mais importante!

E você, como você se definiria?

#caminhandocontando #autoconhecimento #jornadadaautorealização #luzesombra #essencia

segunda-feira, julho 13

Nada é tão nosso quanto a nossa história!


Você sabe que sempre digo aqui que todos nós somos contadores de histórias, não é? E eu venho mergulhada em minhas memórias! Neste passeio, eu viajei pela minha infância. Recordei-me de brincadeiras e momentos com meus irmãos, primos, tios, avós... Da época da adolescência, do primeiro amor, do tão temido vestibular, formatura da Universidade... E também lidei com as perdas, meus avós, alguns tios, amigos... Depois a fase adulta, mercado de trabalho, casamento, filhos, ingresso no mundo das histórias... Perdas e Conquistas... Viajar por estas recordações me fez um bem danado, sabe?
Nada é tão nosso quanto nossa história! É o caminho que me fez chegar aqui onde estou agora! As experiências que vivi, das pessoas que eu (re)encontrei... Construíram meu ser.
Hoje consigo olhar para esta história e dizer: esta sou eu!
Muito prazer!
Sou Elaine Cunha
Filha de Enio e Eliane. Irmã de Ericsson e Enio.
Casada com Ivan. Mãe do Pedro e dos anjos Miguel e Sophia. E mãe também dos cachorros do anjinho Angel e do Pixel.
Amo as histórias. Amo ler.
Amo sentar no chão e contemplar o por do sol.
Amo sentar na areia, sentir o cheiro do mar e me perco olhando o mar.
Amo ver a lua e as estrelas.
Amo conversar e ao mesmo tempo sou tímida. Vá entender!
Amo abraços quentinhos e andar de mãos dadas.
Adoro fazer meus trabalhos com música ao fundo.
Tenho mais livros para ler do que efetivamente consigo ler.
Meu repertório é voltado para o autoconhecimento, transformação e resgaste de nós mesmos. Porque eu acredito que as histórias nos ajudam no entendimento da vida de uma forma mais poética e simbólica!
E você, como anda a sua história por aí? Você tem se apropriado de sua história?

Até a próxima!
Elaine Cunha

segunda-feira, julho 6

"A Menina da Lanterna"

"A Menina da Lanterna" é um conto da Pedagogia Waldorf que nos mostra o processo da busca da luz interior. É uma história de auto conhecimento. E que luz que brilha e pode iluminar o caminho está dentro de nós.


Confere aí e se encanta também com as músicas desta história cantada pela doce Carol, filha da amiga querida Elisângela. A vocês, minha gratidão pela partilha.



Clica aqui ó para ouvir! Só apertar o Play!




Até a próxima!
Elaine Cunha

segunda-feira, junho 22

Estudar a história para contar: é preciso?



Siiiim! Como todos em qualquer profissão! Afinal, médico não faz cirurgia sem estudar? Nem advogada escreve uma peça sem conhecer as leis, né?

Brincadeiras à parte, o contador de histórias precisar estudar a história. Conhecer o enredo, qual o problema, se ambientar com personagens, experimentar os sentimentos que o conto trazem, saber ler a entrelinha de cada momentos, conhecer as nuances....

Há quem decore a história para narrar. Eu prefiro "decorar" em seu sentido mais poético que é embelezar o que você traz no coração! Eu deixo a história me tocar até que ela esteja pronta para ganhar vida pela minhas palavras. Quando eu conto a história, sempre há muito de mim. Creia. Porque na hora H, todo este meu caminhar na história surgirá, como mágica.

Mas será que para você ler para seu filho é preciso estudar profundamente a história? Bom, precisar mesmo não, né? Mas sempre sugiro que você leia antes para saber o que te aguarda. Eu não gosto de caminhar assim.. Em águas desconhecidas não. Só se eu estiver me propondo a navegar com as crianças também.

Ah, contar histórias é ou não é momento de entrega? E para se entregar, você precisa saber o que vai entregar! Por isso, um trabalho bem feito de estudo da história te ajudará na sua construção. Vai por mim! Sua narrativa será muito melhor!!!!
E você, ficou curioso para saber como é meu processo de estudo?

Até a próxima!

Elaine Cunha
Contadora de História